Sítio da equipa do Centro de Documentação e Informação do Agrupamento de Escolas Passos Manuel
Aqui, apresentamos as atividades da nossa comunidade com as bibliotecas escolares, desde a Educação Pré-Escolar ao Ensino Secundário.

21/03/2016

Participação das turmas das EB1/JI nas atividades de biblioteca

Até ao final segundo período do ano letivo 2015-2016, os dois sítios das nossas bibliotecas escolares foram geridos e atualizados pelos professores bibliotecários do Agrupamento de Escolas Baixa-Chiado, tendo o seu número total de visualizações sido o seguinte:




No mesmo período, as bibliotecas escolares das EB1/JI Gaivotas e Padre Abel Varzim disponibilizaram à comunidade educativa o serviço de requisição de material, tendo tido o desempenho seguinte:





As bibliotecas escolares das Escolas Básicas do 1º Ciclo, com Jardim de Infância registaram a participação da nossa comunidade nas diferentes atividades, apresentando o balanço seguinte.




O professor bibliotecário acompanhou todas as EB1/JI do agrupamento (nomeadamente: Gaivotas, Padre Abel Varzim, São José e Luísa Ducla Soares), tendo verificado que:

- na EB1/JI Gaivotas, cada aluno requisitou 11 materiais, participou em 10 sessões de atividades na biblioteca escolar e em 2 sessões em situação de requisição de sala, totalizando 23 utilizações por aluno;


- na EB1/JI Padre Abel Varzim, cada aluno requisitou 2 materiais e beneficiou de 15 sessões de atividades na biblioteca escolar, totalizando 17 utilizações por aluno;

- na EB1/JI São José, cada aluno participou em 0,05 sessões de atividades na biblioteca escolar; e

- na EB1/JI Luísa Ducla Soares, cada aluno participou em 12 sessões de atividades na biblioteca escolar.




No caso das EB1/JI São José e Luísa Ducla Soares, ainda não se regista a requisição de material, quer seja para a sala de aula quer seja para o domicílio pela comunidade educativa. 


Quadro - Média de sessões letivas utilizadas por aluno


   Turmas
Requisições
de
material
Atividades de
Biblioteca
Escolar
Requisição de salas da BE
2015/16
EB1/JI GVT
7
11
10
2
23
EB1/JI PAV
7
2
15
a)
17
EB1/JI SJ
9
0
0,05
a)
0,05
EB1/JI LDS
5
0
12
a)
12
Legenda: GVT - Gaivotas; PAV - Padre Abel Varzim; SJ - São José; LDS - Luísa Ducla Soares.
a) - Esta escola não possui uma sala de biblioteca para o cumprimento deste serviço.

Quanto à participação/articulação em projetos das bibliotecas escolares com o professor bibliotecário, a análise dessa participação em atividades de biblioteca em cada uma das EB1/JI foi a seguinte.





Objetivos de cada um dos projetos/atividades:

Projeto "É hora dos livros" - Sensibilizar as famílias para a importância dos livros de histórias no crescimento e no desenvolvimento intelectual e afetivo das crianças;
Projeto "Eu leio, tu lês, nós lemos" - Promover a leitura aumentando a capacidade de cada aluno na procura e compreensão da informação, em diferentes suportes documentais, de modo a desenvolver o seu conhecimento;
Projeto "(Re)Descobrir a História de Portugal"
Ler e compreender diferentes tipos de texto, aumentando a capacidade de cada aluno na procura e compreensão da informação, de modo a desenvolver o seu conhecimento na história local e nacional, assim como (re)conhecer os feriados e os símbolos nacionais e locais (sempre que possível em articulação curricular com as restantes disciplinas, de acordo com o programa e metas curriculares);

Projeto "Leitura-a-Par" - Elevar a habilidade leitora dos alunos envolvidos de modo evolutivo (progredindo de forma correta; lendo de forma mais correta; apresentando maior motivação para a leitura; e melhorando o seu autoconceito de leitores);

Concurso "Eu sei multiplicar" - Aferir e melhorar as capacidades dos alunos quanto ao cálculo mental no uso das tábuas de multiplicar, favorecendo o seu autoconhecimento quanto ao nível de desempenho integrado numa turma e favorecendo a sua capacidade de memorização (a necessidade da memorização justifica-se e a fixação da mesma é importante para que o aluno compreenda e domine algumas técnicas de cálculo; na exploração de novas ideias matemáticas - frações, geometria, múltiplos, divisores, etc -, a multiplicação aparecerá com frequência; se o aluno não tiver memorizado os factos fundamentais, a cada momento ele perderá tempo construindo a tabuada ou contando pelos dedos, desviando a sua atenção das novas ideias que estão sendo trabalhadas);
Projeto "Já sei multiplicar" - Projeto com atividades colaborativas com os docentes titulares dos 2º, 3º e 4º anos e com a docente coadjuvante de Matemática no 1º Ciclo, em articulação com o Concurso Eu Sei Multiplicar;
Projeto "Em Português nos entendemos" - clicar https://prezi.com/jffojhmdgeqf/em-portugues-nos-entendemos-no-1o-ciclo;
Projeto em parceria com o Lar de Nossa Senhora do Amparo - Este projeto pretende contribuir a cimentação de competências curriculares e sociais através da interação de saberes, partilhando conhecimentos e o gosto pelo querer saber mais, contribuindo para o sucesso educativo, para o desenvolvimento do papel social do idoso na consolidação de uma aprendizagem coletiva e para a reafirmação do papel do idoso no desenvolvimento da criança. Assim como, as crianças desenvolvem e aprendem a respeitar a pessoa idosa reconhecendo as suas capacidades e limitações.


18/03/2016

A turma E e o projeto Leitura-a-Par (sessão 10)

A turma E da EB1/JI Gaivotas beneficiou de mais uma sessão do projeto Leitura-a-Par (ao abrigo do Plano Nacional de Leitura), com sessões de 30 minutos semanais, à sexta-feira.

(Imagem retirada de http://www.sebentadigital.com no dia 24 de setembro de 2014)


O professor bibliotecário (em articulação com a professora titular de turma) trabalha a leitura de textos com um ou dois alunos por sessão, concluindo com o reconto oral da leitura realizada, beneficiando a compreensão dos conteúdos desenvolvidos em sala de aula.

Deste modo, a turma E leu um texto do manual escolar de Português, escrito por Ilse Losa, com o título "Beatriz e o Plátano".




16/03/2016

As turmas do 4º ano e o caminho marítimo para a Índia

As turmas E das EB1/JI Gaivotas e Padre Abel Varzim (e alguns alunos da turma D) beneficiaram de mais uma sessão ao abrigo do projeto (Re)Descobrir a História de Portugal, tal como foi descrito na primeira sessão.

(imagem retirada de pt.slideshare.net, em 22/09/2015) 

Nesta sessão, demos continuidade ao tema dos Descobrimentos Portugueses, desafiando os alunos relembrar as sessões anteriores sobre o início da campanha marítima na costa africana sob a liderança do Infante D. Henrique e a importância do empenho do rei D. João II. Assim, os alunos observaram os percursos das viagens dos navegadores Vasco da Gama e Pedro Álvares Cabral e analisaram a evolução das suas viagens até à Índia.

Imagens utilizadas

Vasco da Gama

Pedro Álvares Cabral

Viagem de Vasco da Gama

Viagem de Pedro Álvares Cabral

Mapa atual da superfície terrestre


Ficha de leitura e de registo


Após a análise e compreensão da informação apresentada e debatida, os alunos tiveram contacto com a carta de Pero Vaz de Caminha ao rei D. Manuel I sobre o descobrimento do Brasil, reconhecendo a importância deste documento e a beleza da sua mensagem.




A Leonor lê "Carlota: A fada dos chupa-chupas"

A sala A do JI Padre Abel Varzim beneficiou da leitura da aluna Leonor (da turma E) com a obra "Carlota: A fada dos chupas-chupas", ao abrigo do projeto "Eu leio, Tu lês, Nós lemos".



A aluna Leonor estuda na turma E da EB1/JI Padre Abel Varzim e gosta muito de ler em voz alta a outros alunos. Por esse motivo, apoiamos esta iniciativa articulada entre as duas turmas desta escola.

(Carlota: A fada dos chupas-chupas)


As salas A e B dramatizam contos tradicionais no Lar de Nossa Senhora do Amparo

As crianças das salas A e B da EB1/JI Padre Abel Varzim visitam o Lar de Nossa Senhora do Amparo, no âmbito das celebrações do final do 2º período letivo, em situação de atividade colaborativa entre o Jardim de Infância e a Biblioteca Escolar.

Fachada e entrada principal do Lar de Nossa Senhora do Amparo

O edifício encontra-se no Bairro Alto (muito perto da escola), tem o nome de Palácio dos Marqueses de Minas e depende da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. Construído no século XVII, foi depois do terramoto de 1755 que passou a ser residência dos marqueses. No interior, destaca-se uma coleção de azulejos azuis e brancos que vão desde o átrio de entrada ao andar nobre.





As crianças dramatizaram três contos tradicionais e, no final, cantaram e dançaram aos visitantes. Os contos  tradicionais foram: A Carochinha e o João Ratão; A formiga e a neve; e O velhote e a luva.

Entrada no Lar




A preparação




A próxima visita será feita pelo Lar à nossa escola, aguardando-se confirmação da colocação do novo Animador Social para dar continuidade a esta articulação/parceria com ganhos intergeracionais.

15/03/2016

A turma B e o aluno João Costa leem "Bichos, bichinhos e bicharocos"

A turma B da EB1/JI Gaivotas beneficiou da leitura do aluno João Costa (da turma D) com a obra "Bichos, bichinhos e bicharocos", sinalizado nas metas curriculares do 1º Ciclo do Ensino Básico, na disciplina de Português, ao abrigo do projeto "Eu leio, Tu lês, Nós lemos" em articulação com o projeto "Leitura-a-Par".

O aluno João Costa estuda na turma D da EB1/JI Gaivotas e gosta muito de ler em voz alta a outros alunos. Por esse motivo, apoiamos este prazer pela leitura do aluno, ensaiando leituras a realizar em turmas com alunos mais novos.

(MURALHA, Sidónio - Bichos, bichinhos e bicharocos)


Os poemas que o João Costa selecionou foram: Cãozinho; Joaninha; e Macacos.


Cãozinho

Eu tenho um cão
muito pequenino
que me cabe na mão
e não é ladino...
Só se põe a correr
se o seu menino
lhe mexer...

Não come carne nem peixe
mesmo que o deixe...
Nem trinca chocolates e bolos
como os cães tolos...
Nem come sopinha
por mais que lha dê...

E não bebe leite
antes que se deite
na sua caminha...
E que coma açorda
ninguém se recorda...
Nem papa farinha...

E sabem porquê?
Ninguém adivinha?

- é que o patetinha
é um cão de corda.


Joaninha

A joaninha bonita
que mora a meio do caminho
da rua das violetas
tem um vestido de chita
todo ele encarnadinho
e cheio de bolinhas pretas.

E quando a gente lhe diz:
- "Joaninha voa, voa,
não me digas que tens medo,
se voas serás feliz
que o teu pai está em Lisboa
foi lá comprar um brinquedo..."

A joaninha responde:
"Se és amigo verdadeiro
não me digas voa, voa,
- voar sim, mas para onde? -
o meu pai não tem dinheiro
para ter ido a Lisboa..."

E a joaninha bonita
lá se fica no caminho
da rua das violetas
com um vestido de chita
todo ele encarnadinho
e cheio de bolinhas pretas...


Macacos

O macaco viu-se ao espelho,
chamou os outros macacos,
todos quiseram o espelho,
e o espelho ficou em cacos...
O macaco, zangadinho,
mordeu os outros macacos.

Logo os macacos mordidos
pelo macaco sem caco
lhe sairam ao caminho,
e muito, muito ofendidos,
agarraram o macaco
e puxaram-lhe o rabinho.

Tudo por causa dum espelho...
O espelho ficou em cacos,
ficou o macaco sem espelho
e zangaram-se o macacos.


07/03/2016

As turmas dos 2º, 3º e 4º anos participam no Concurso Eu Sei Multiplicar (sessão 6)

Os alunos dos 3º e 4º anos das EB1/JI Luísa Ducla Soares e Padre Abel Varzim participam no Concurso Eu Sei Multiplicar, tal como é descrito na primeira sessão. Os alunos do 2º ano também participam nesta atividade, usufruindo de sessões experimentais para se ambientarem à exigência deste concurso.


Deste modo, deu-se continuidade à participação mensal com a execução de um exercício como no exemplo apresentado, relevando as suas capacidades no cálculo simples da multiplicação.

Exemplo de alguns dos exercícios

No final de cada mês, são divulgadas listas com as prestações dos alunos, relevando-se 3 vencedores por turma e destacando-se a turma com o melhor desempenho.

A lista dos vencedores no mês de março.

EB1/JI Padre Abel Varzim

EB1/JI Luísa Ducla Soares



04/03/2016

A turma D lê "O rouxinol" (sessão 13)

A turma D da EB1/JI Gaivotas beneficia de mais uma sessão no âmbito do projeto "Eu leio, tu lês, nós lemos" da responsabilidade do professor bibliotecário, em articulação com a docente titular da turma, tal como é descrito na primeira sessão.

(Imagem retirada de http://rvccno.blogspot.pt/, a 02/10/2014)

Nesta sessão, os alunos deram continuidade à leitura da obra "O rouxinol", de Hans Christian Andersen, sinalizada nas metas curriculares do ensino básico para a disciplina de Português.


Contudo, a leitura (re)abordou a análise das ilustrações e identificando-as com as diferentes partes da obra lida nas sessões anteriores. Posteriormente, os alunos foram convidados a ouvir e a ver mais uma parte desta obra, (re)escrevendo a melhoria do texto da apresentação do rouxinol ao Imperador da China iniciado na sessão anterior.

Alguns dos textos elaborados pelos alunos.

"Caras senhoras e senhores,
Muito obrigado por terem vindo. Vamos dar início a uma noite inesquecível com o rouxinol.
O rouxinol vai cantar duas das suas melhores melodias para o Imperador da China.
Peço-vos silêncio que ele vai começar."
(João Aleluia, Joana Abreu e Jéssica)

"Caras senhoras e senhores,
Temos a honra de vos apresentar o famoso Rouxinol. Ele vem do fundo do jardim do Imperador da China e irá cantar-vos uma bela e maravilhosa melodia.
Peço-vos silêncio e apreciem este momento maravilhoso."
(Débora, Solange e Inês)


02/03/2016

As turmas do 4º ano e a expansão marítima portuguesa em África

As turmas E das EB1/JI Gaivotas e Padre Abel Varzim (e alguns alunos da turma D) beneficiaram de mais uma sessão ao abrigo do projeto (Re)Descobrir a História de Portugal, tal como foi descrito na primeira sessão.

(imagem retirada de pt.slideshare.net, em 22/09/2015) 

Nesta sessão, demos continuidade ao tema dos Descobrimentos Portugueses, desafiando os alunos relembrar a sessão anterior sobre o início da campanha marítima na costa africana sob a liderança do Infante D. Henrique. Assim, os alunos observaram a cronologia dos descobrimentos mais significativos para a história recente de Portugal e compreenderam a evolução e as condições da vida a bordo ao longo das viagens até que o navegador Bartolomeu Dias dobrou o Cabo das Tormentas (ou de Boa Esperança).

Imagens utilizadas

Infante D. Henrique

A viagem de Bartolomeu Dias

Mapa atual da superfície terrestre


Ficha de leitura e de registo



Após a análise e compreensão da informação apresentada e debatida, os alunos leram um texto sobre "O Gigante Adamastor", reconhecendo a estátua no miradouro de Santa Catarina, próximo da escola, distinguindo entre a realidade e a ficção.